Newsletter

Cadastre-se e receba todas as novidades

Franquia: como se colocar no mercado

Publicado em 30 de Mar de 2017 por Redação |COMENTE

O sonho de abrir uma franquia faz parte da grande maioria dos empreendedores. Veja como é possível ter uma boa visibilidade no mercado e faça sucesso!



Texto Márcio Rangel | Adaptação Isadora Couto | Foto Shutterstock 

Franquia: como se colocar no mercado 

O sonho de ter uma franquia tem se tornado realidade para um número cada vez maior de brasileiros. Agora então, com a liberação do saque de contas inativas do FGTS, muitas pessoas estão aproveitando essa oportunidade para investir em um negócio próprio, porém, já consolidado. Mas, para isso acontecer, mais do que escolher sua marca favorita, você também precisa ser escolhido. É claro que o primeiro passo para ingressar nesse mercado tão promissor é escolhendo um segmento e uma empresa que, de fato, você tenha interesse em investir. Com tantas opções disponíveis é normal que você tenha algumas dúvidas durante esse processo, por isso, sempre questione sobre qual é a melhor franquia para você. Se imagine no dia a dia do negócio, acordando e indo trabalhar.

Pense em como será sua motivação diante das obrigações diárias, no que você deseja ou não fazer. Depois de escolher uma marca da sua preferência é essencial que você conheça de perto seus diferenciais e instalações, participe de uma reunião com o diretor da rede e já comece a analisar pontos comerciais. Quando tiver clareza e certeza sobre a marca que irá investir, é chegada a hora de dar o próximo passo e mostrar ao franqueador todo o seu potencial. Nesse momento, o jogo troca de figura e é você que passa a ser avaliado. Essa é uma fase que varia muito de franquia para franquia. Na Empada Brasil, por exemplo, fazemos uma análise bem criteriosa para a escolha de um novo franqueado. Afinal, nós o consideramos como um verdadeiro sócio do negócio. Por isso, além do perfil empreendedor, costumamos avaliar o comportamental, as habilidades de liderança, a capacidade de gestão e, por fim, as condições financeiras. Valorizamos pessoas positivas, seguras, comunicativas, capazes de transmitir tranquilidade aos que estão ao seu redor, assim como motivar a equipe, reconhecendo suas conquistas, cobrando resultados e mantendo a união.

O candidato também deve ser organizado, a fim de manter tudo em ordem e conciliar todas as tarefas que uma unidade de franquia demanda. Ao fim de toda essa avaliação, se você for aprovado já pode comemorar, os passos seguintes são para colocar a mão na massa através da elaboração do projeto da loja ou quiosque, da reforma, da participação em cursos e treinamentos para, enfim, iniciar a operação da sua unidade. Pode parecer um processo muito longo e complexo, mas as marcas que valorizam a manutenção de um bom fluxo nessa via de mão dupla são as que mais prosperam dentro desse mercado. Vale a pena desconfiar quando tudo estiver fácil demais. Quem cresce a qualquer custo, normalmente recebe uma conta cara no futuro. Leve isso em consideração e tenho certeza que você só irá colher bons frutos no seu novo negócio! 

 

***Agradecimentos à Márcio Rangel, máster franqueado regional de São Paulo da Empada Brasil

 

 

 

 


COMENTE