Newsletter

Cadastre-se e receba todas as novidades

Benefícios do Microempreendedor Individual

Publicado em 25 de May de 2015 por Redação |COMENTE

O empreendedorismo individual cresce no mercado ao lado dos benefícios desse tipo de negócio. Conheça as vantagens do MEI - o Microempreendedor Individual



TEXTO: Jaqueline Frizon | FOTO: Shutterstock | Adaptação web: David Pereira

Apesar de o empreendedorismo ser parte do sonho de muita gente, é preciso planejamento | FOTO: Shutterstock

Trabalhar por conta própria é o sonho de muita gente. A realização desse projeto pode ficar mais próxima com as vantagens do MEI – o microempreendedor individual

Benefícios do Microempreendedor Individual 

Para quem deseja empreender ou já possui uma empresa informalmente, o MEI é o cenário ideal quanto à tributação e organização fiscal. Ele conta com muitas facilidades, como: faturamento anual de até R$60 mil, facilidade para emitir notas ficais de forma eletrônica via internet e os mais variados tipos de negócios que podem participar desse tipo de tributação.

O microempreendedor individual formalizado fica isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI, CSLL) e paga apenas o valor fixo mensal de R$37,20 (comércio ou indústria), R$41,20 (prestação de serviços), R$42,20 (comércio e serviços). O MEI não paga imposto para o Governo Federal. E apenas valores simbólicos para o Município (R$5,00 de ISS) e para o Estado (R$1,00 de ICMS). Já o INSS será reduzido a 5%do salário mínimo (R$36,20). Com isso, o Empreendedor Individual tem direito aos benefícios previdenciários, como auxílio-maternidade, auxílio-doença, aposentadoria, entre outros.

O processo de formalização não tem custo. Para a formalização e para a primeira declaração anual existe uma rede de empresas de contabilidade que são optantes do SIMPLES NACIONAL e que fazem essas tarefas sem cobrar nenhum valor do Microempreendedor Individual (MEI), no primeiro ano. O Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br), dentro do próprio site do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), explica como deve ser feita a formalização para que se tenha acesso aos benefícios


Revista Gestão & Negócios Edição Número 75.


COMENTE
zzzzz