Newsletter

Cadastre-se e receba todas as novidades

Empresa diversifica produtos e se consolida no mercado de adesivos

Publicado em 25 de May de 2017 por Giovanna Henriques |COMENTE

Pensando em uma estratégia que ajudasse a expansão das vendas, a empresa saiu da zona de conforto e se arriscou em mais



Texto Aline Feltrin | Adaptação Giovanna Henriques | Foto Divulgação

O empresário Hanie Issa era vendedor de uma empresa de adesivos quando teve aideia de convidar um amigo que também atuava no ramo para montar seu próprio negócio nessa área. O conhecimento que tinha no segmento foi suficiente para entender que se tratava de um tipo de empreendimento bastante promissor e com potencial crescimento. Nascia então, em 2002, a Tekbond – empresa nacional especializada em produtos adesivos de marca própria – com sede em Embu das Artes, interior de São Paulo.

Na época eles fizeram um aporte de R$60 mil para iniciar a venda de adesivos destinados para o setor industrial. Alguns anos depois surgiu a ideia de avançar para outros segmentos. Foi aí que Issa, hoje CEO da empresa, mergulhou na diversificação de produtos neste e em outros segmentos. “A inserção de produtos, como silicones, poliuretanos, foi gradativa e começou entre os anos de 2006 e 2007”, conta.

A ideia de expandir o portfólio e vislumbrar outros tipos de adesivos, que não servissem apenas à indústria, surgiu de uma necessidade de buscar novas oportunidades de negócio. Quando percebeu, os sócios já estavam comercializando seus produtos nos setores de construção civil, moveleiro e automotivo. “São áreas que apresentam crescimento forte no Brasil e um grande número de clientes”.

Para entrar nesses setores, a empresa se voltou para investimentos em infraestrutura e na contratação de gerentes capacitados em cada uma das áreas, além de representantes da marca. “Nós segmentamos a estrutura de empresa a partir da contratação de gestores dedicados para cada área de atuação”, afirma Issa. Graças à diversificação de suas linhas de produtos, a Tekbond registra crescimento de cerca de 30% do faturamento anual desde 2013. No ano passado a receita da companhia foi de R$115 milhões. De acordo com o empresário, nem a recessão econômica foi capaz de desacelerar o crescimento.

A empresa possui 8 mil clientes ativos e 130 mil pontos de vendas em todo o País. Mas os bons resultados da companhia estão relacionados não apenas a essa visão de diversificação de áreas de negócios. O setor está na contra mão docenário econômico. Um estudo realizado pela Associação Brasileira da IndústriaQuímica (ABIQUIM) especialmente para o segmento de colas, adesivos e selantes mostrou que, apesar do agravamento e aprofundamento da crise econômica e política, em 2015 houve elevação do Consumo Aparente Nacional– CAN – no segmento de colas, adesivos e selantes de 3,5% na comparação como ano anterior, diferentemente do queo correu com a indústria química como um todo, que registrou recuo de 6,6%.

Hanie Isaac, empresário e CEO da Tekbond

Hanie Isaac, empresário e CEO da Tekbond

EM EVIDÊNCIA


Com a diversificação de áreas, a empresa é hoje destaque em vendas para o setor moveleiro e referência no segmento de artesanato com uma linha desenvolvida especialmente para este setor. “Em seu primeiro ano de atuação já representava 12% do total do faturamento da empresa”, conta Issa. A linha foi lançada em 2016 e é designada para trabalhos com madeira, MDF, MDP e montagem de móveis em geral. De acordo com informações da empresa, os novos produtos foram desenvolvidos para atender à crescente demanda do mercado. Atualmente, a Tekbond possui linhas de adesivos e de adesivos instantâneos, além de fitas adesivas e colas. Os produtos são vendidos para a indústria, setor moveleiro, artesanato e setor automotivo. Com um quadro de 170 funcionários, importa seus produtos para vender no mercado brasileiro e, de acordo com o CEO da empresa, “mantém um criterioso processo de seleçãodos seus fornecedores para continuar com uma boa reputação por aqui”. Quando os produtos chegam, desenvolve suas embalagens para sua distribuição. Para atender à demanda crescente, a empresa ainda investiu recentemente na ampliação do parque fabril, que passou de 8 mil m² para 11,2mil m². Lá os produtos são armazenados e estocados, e também é realizado o envasamento, ou seja, o processo de embalagem das colas e adesivos. O galpão também funciona como centro de distribuiçãodos produtos. 


FUNDO DE INVESTIMENTO


Um salto bastante importante na trajetória da Tekbond aconteceu em dezembro de 2013, quando a companhia foi adquirida pelo fundo de investimentos Graycliff, permitindo seu crescimento por meio de investimento em inovação e na expansão constante de seu portfólio de produtos. Com escritórios em Nova York e em São Paulo, é uma gestora independente de fundos de investimento em private equity com mais de US$ 1bilhão em ativos sob gestão.

Trabalhou por mais de duas décadas como parte do Grupo HSBC Capital e tem uma trajetória bem-sucedida de investimentos na América Latina. O objetivo deste fundo de investimentos é formar parcerias para fornecer capital e capacidade de gestão para acelerar o crescimento das empresas que escolhe investir. A Tekbond encontra-se entre as oito empresas escolhidas pela Graycliff na América Latina; esta, para escolher as empresas que vai apoiar, verifica o histórico de lucratividade, se possui posição relevante no mercado, base de clientes diversificada, elevado potencial de crescimento, entre outros.

Revista Gestão & Negócios Ed.99


COMENTE