Newsletter

Cadastre-se e receba todas as novidades

Mulheres são exemplo de empreendedorismo

Publicado em 16 de Mar de 2017 por Redação |COMENTE

Entenda como as mulheres têm desempenhado um papel importante no mundo corporativo



Texto Antônio Ricardo de Mesquita | Adaptação Isadora Couto | Foto Shutterstock 

Mulheres são exemplo de empreendedorismo 

A luta por igualdade de gêneros no mundo dos negócios está longe de terminar. Apesar disso, já podemos observar algumas vitórias, que não são só das mulheres, mas do mercado como um todo. Hoje as empreendedoras já são metade dos profissionais que optam por um negócio próprio e, apesar do combate diário ao preconceito, em alguns casos, apresentam taxas de sucesso muitas vezes superiores às dos homens.  Há uma diversidade positiva e produtiva na gestão empresarial que só chegou à esfera econômica graças a esse espaço conquistado por grandes empreendedoras. Infelizmente, ainda vemos muitas notícias equivocadas simplesmente abordando o empreendedorismo feminino pelo lado do clichê e não pela visão do trabalho árduo realizado pelas profissionais.

É comum se observar um foco em como é difícil conciliar o trabalho e o ser mãe, quando na verdade essa dificuldade também deveria se estender ao ser empreendedor e pai. Ainda se houve frases prontas como "elas são intuitivas, sensitivas". Colocações como essa são na verdade ofensivas. Ser mãe ou pai, ser intuitivo ou não, não tem nada a ver com ser uma boa profissional. A razão do sucesso das mulheres no mundo dos negócios está justamente nas dificuldades que enfrentaram e venceram, naquilo que as motivou.Foi por terem salários mais baixos que muitas delas abraçaram o empreendedorismo. Em alguns casos, foi pelo combate ao preconceito, que muitas estudaram de maneira muito mais dedicada. Foi pelo simples desejo de seguir um sonho que se observou com atenção e cuidado o plano para conquistar o sucesso de uma empresa. Ser reconhecido por si mesma já é motivador o bastante.

Um fato interessante dessa situação é que alguns teóricos já constataram que as mulheres tem uma capacidade de olhar situações de maneira mais ampla, mas não tão específica, enquanto que os homens as observam de maneira mais focada, mas ignorando o que está em volta. Nenhuma das duas maneiras é superior, são apenas diferentes e para momentos distintos da administração. O caso é que um mercado saturado de homens tende a criar empresas sem visão ampla, o que gera uma brecha mercadológica para a lógica administrativa típica de uma mente feminina. Isso tem a ver com a formação neurológica e em parte até social.

É por isso que cada vez mais empresas mesclam suas equipes entre homens e mulheres, para que ambas as oportunidades sejam aproveitadas. Isso não muda o fato que muitas mulheres empreendedoras aproveitaram essa situação para apresentar ao mercado algo diferente e com novos potenciais de negócio. O mercado de franquias de alimentação saudável cresceu muito nos últimos anos e tem boas perspectivas para 2017. Entretanto, aproveitar isso só é possível com a mente focada, a preparação, o planejamento e a dedicação que só uma grande profissional pode oferecer. Esse é o diferencial. Esse é o ganho para o empreendedorismo.

 

***Agradecimentos à Antônio Ricardo Mesquita, sócio fundador da Sucão, franquia de alimentação saudável

 

 


COMENTE